ARTIGOS

> RESUMO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS E TEXTOS SOBRE NUTRIÇÃO
< voltar
Efeito do fracionamento das refeições na redução do colesterol 11-mar-2012

 

Efeito do fracionamento das refeições na redução do colesterol
 
Introdução: Muito se discute hoje sobre os riscos de uma alimentação inadequada: excesso de gordura saturada, carboidratos e sal, como também a pouca freqüência de refeições, porém pouco se aprofunda nos efeitos do mal fracionamento das refeições para a saúde a médio e longo prazo. Objetivo: Este trabalho se propôs a realizar uma revisão bibliográfica a respeito do que se tem publicado sobre o efeito do fracionamento das refeições na redução do colesterol em humanos. Após cuidadoso levantamento bibliográfico baseado em estudos de diversos autores verificou-se que existem diversas publicações abordando o tema pesquisado, porém no Brasil o tema ainda não é tão discutido como nos demais países. Esse fato se dá devido ao pequeno número de publicações nacionais encontradas. Revisão de literatura: A revisão demonstrou que na maioria dos estudos o fracionamento da dieta em torno de 6 refeições diárias induz  uma menor ingestão energética diária e um controle regular da síntese de colesterol devido  uma secreção regular de insulina. Desta forma, apenas alterando a freqüência da ingestão alimentar para uma freqüência regular tem-se uma redução nos níveis de colesterol total e LDL. Foi visto também, que o fracionamento regular das refeições é extremamente importante para a prevenção e tratamento de pessoas com diabetes, visto que a sensibilidade à insulina está diretamente associada à sua taxa de secreção. Conclusão: Conclui-se que o correto fracionamento das refeições é um importante fator na redução do colesterol e prevenção de doenças cardiovasculares, porém ainda faz-se necessário a realização de novos estudos na área para que se possam obter resultados mais concisos.
 
 
 
 
 
 
 
 
Efeito do fracionamento das refeições na redução do colesterol
Fonte:
Monografia de conclusão do curso de nutrição Autores: Guilherme da Matta e Érika Forattini 2007