ARTIGOS

> RESUMO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS E TEXTOS SOBRE NUTRIÇÃO
< voltar
Nitrato Inorgânico e Oxido Nitrico 19-jan-2016

Nitrato Inorgânico e Oxido Nitrico

Você que é atleta imagina um nutriente que estimula sua vasodilatação durante e após um treino. Com isso, você tem mais sangue levando mais oxigênio e nutrientes aos seus músculos para uma melhor contração muscular e respiração celular durante o exercício. Após o treino, você tem mais nutrientes chegando no músculo para uma melhor recuperação/hipertrofia das fibras e restauração do glicogênio. Desta forma, você aprimora sua performance no esporte.

Você hipertenso quer retomar a saúde das suas artérias dilatando-as baixando a pressão arterial, exigindo menos trabalho do coração e previnindo futuras complicações cardíacas.

Com certeza você também presa por qualidade de vida na terceira idade e quer previnir doenças neurodegenerativas melhorando a produção de energia e perfusão sanguínea cerebral.

Recentemente muito se discute sobre os benefícios do Nitrato Inorgânico na saúde humana. O nitrato inorgânico possui propriedades terapeuticas diversas, por exemplo: melhoria da recuperação em atletas, redução de tromboses, aumento da perfusão cerebral, controle da pressão arterial, dentre outros.

Tais beneficios citados acima se dão devido a produção de Óxido Nítrico a partir do nitrato da alimentação. O óxido nítrico é uma das moleculas antiateroscleroticas mais estudadas da atualidade. Estudos ligam a baixa produção de oxido nitrico refletindo na disfunção endotelial e, consequentemente em doença cardíaca.  Este mesmo efeito beneficia também diretamente os atletas de alta performance que querem uma melhor perfusão sanguínea aos seus músculos, melhorando sua performance.

Além do nitrato inorganico, temos também o aminoácido não essencial Arginina como precursor de oxido nitrico em nosso corpo. Este processo acontece através de uma enzima chamada Óxido Nítrico Sintetase (eNOS). O óxido nítrico é gerado no endotélio e migra até a camada de musculatura lisa do vaso induzindo ao relaxamento. Vale ressaltar que na geração de oxido nitrico, partindo da Arginina,  a eNOS demanda Ácido Fólico e Ferro. A deficiência desses dois nutrientes é fator limitante para a produção de oxido nitrico.

Na dieta ocidental, temos ótimas fontes de nitratos inorganicos: beterraba, espinafre, agrião, aipo, alface, salsinha e rucula. Os sucos de beterraba e de espinafre (crus) são otimas e práticas opções para ingerirmos boas quantidades de nitrato.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nitrato Inorgânico e Oxido Nitrico
Fonte: